Monday, May 23, 2016

Dia Mundial das Tartarugas : proteja !






créditos: Quercus

E hoje, dia 23 Maio, é Dia das Tartarugas. Celebra-se anualmente desde 2000 com o objectivo de sensibilizar e aumentar o conhecimento da população relativamente a esta espécie.

A celebração promovida pelAmerican Tortoise Rescue tem como objectivo chamar à atenção para esta espécie e aumentar o conhecimento e o respeito por tartarugas cágados e difundir o conceito de os ajudar a sobreviver e a se desenvolver.

O Dia Mundial da Tartaruga é comemorado em todo o mundo de muitas e variadas formas. Desde salvar tartarugas capturadas nas autoestradas, como para a investigação de actividades que façam mal ao seu habitat.




Cágado-mediterrânico

Em Portugal, existem duas espécies autóctones de tartarugas de água doce: o Cágado-mediterrânico (Mauremys leprosa) e o Cágado-de-carapaça-estriada (Emys orbicularis).

Estas duas espécies partilham muitas vezes o mesmo habitat, sendo que o Cágado-de-carapaça-estriada é o mais raro e menos abundante, encontrando-se por isso em risco de extinção no nosso país. 





Cágado-de-carapaça-estriada
créditos: Naturlink

A tardia maturidade sexual das fêmeas associada a baixas taxas de fecundidade e a uma mortalidade infantil elevada implicam uma taxa de crescimento populacional muito baixa, colocando a espécie numa situação particularmente frágil e vulnerável perante eventuais impactes negativos.

"A Quercus lembra que duas das grandes ameaças a estas espécies são as capturas intencionais e acidentais e a introdução de espécies exóticas."



tartaruga exótica

Estas espécies são quase sempre capturadas ilegalmente, segundo a Quercus, para animais de estimação, fabrico de objectos ornamentais e alimentação. 

Os cágados são também alvo de perseguição por parte dos pescadores motivados pela crença popular de que estes se alimentam de peixes dulciaquícolas. 

Estas capturas ilegais são responsáveis por elevadas taxas de mortalidade que põem em causa a dinâmica das populações de cágados. Também as mortes acidentais causadas pelas redes e outras artes de pesca representam uma significativa ameaça.




tartaruga-da-florida
créditos: Rui Viana

A Quercus sabe que a introdução de espécies de tartarugas exóticas acontece e que a sua principal fonte é o comércio de animais de estimação. Estas espécies exóticas, das quais a Tartaruga-da-flórida representa um óptimo exemplo, apresentam uma baixa idade de maturação sexual, uma elevada fecundidade, maior agressividade e maiores dimensões do que as espécies autóctones, o que lhes confere uma elevada capacidade competitiva na obtenção de alimento e de locais de termorregulação e de nidificação.

Relembra a importância de nunca libertar animais ou plantas exóticas na natureza e contactar a Linha SOS Ambiente, se necessário!

A Quercus pede ponderação na aquisição de uma espécie exótica e aconselha a que esta deva ser baseada em informação das características biológicas da espécie para que mais tarde não deixemos de ter condições para continuar a mantê-la.

Já publicámos vários posts sobre a preservação das tartarugas: Tartarugas marinhas: espécies protegidas (2009); Tartaruga faz parar o trânsito para ser protegida (2010). E o mais recente (2016) Tartarugas voltam a casa, apesar da distância.




credits: Greenpeace

Each year, 23 May marks World Turtle Day. "And what better excuse (as if you ever needed one!) to celebrate the majesty of our leathery flippered friends?"

The day was created as an annual observance to help people celebrate and protect turtles (our post 2010) and tortoisesand (our post 2009) and their disappearing habitats (our post 2016) around the world.

Protect the turtles! Don't buy exotic turtles!

Geração 'green'

23.05.2016

Creative Commons License


Referências/ References

Quercus/ Greenpeace

Dia Internacional da Biodiversidade 2016




Dia Internacional da Biodiversidade

A 22 de Maio comemora-se o Dia Internacional da Biodiversidade, proclamado pelas Nações Unidas (UN) com o objectivo de aumentar o grau de consciencialização e conhecimentos acerca da biodiversidade.

O tema de 2016 é "Integração da Biodiversidade para Apoio às Populações e aos seus Meios de Subsistência".






Inicialmente, esta efeméride era comemorada a 29 Dezembro (data da entrada em vigor da Convenção da Diversidade Biológica). Porém, em Dezembro de 2000, a Assembleia Geral das NU adoptou 22 de Maio como Dia Internacional da Biodiversidade, para comemorar a adopção do texto da Convenção a 22 de Maio de 1992 pelo “Nairobi Final Act of the Conference for the Adoption of the Agreed Text of the Convention on Biological Diversity”. 



Dia Internacional da Biodiversidade

Tal deve-se, em parte, à dificuldade que muitos países sentiam em conseguirem organizar as comemorações a 29 de Dezembro, época coincidente com outras celebrações (festas de Natal e Ano Novo).

A Biodiversidade é uma das propriedades fundamentais da natureza, responsável pelo equilíbrio e estabilidade dos ecossistemas.
“Vivemos hoje uma época crítica, em que a perda de biodiversidade ao nível global atingiu valores sem precedentes”, 
Quercuscomunicado 


créditos: Quercus
Segundo a Quercus, “a biodiversidade é um bem precioso para o equilíbrio dos ecossistemas naturais e reveste-se de grande importância económica para a humanidade, particularmente ao nível das exigentes necessidades na produção alimentar e no controlo e tratamento de doenças”.
“A problemática das alterações climáticas tem como tema central o aquecimento global, que tem como consequências imediatas o aumento do nível do mar, o desaparecimento de algumas zonas húmidas, a redução dos níveis de humidade atmosférica e o aumento da desertificação, sobretudo em países mais suscetíveis a estes fenómenos, como é o caso de Portugal”.


Hoje, dia 23 Maio há um "Encontro com a Biodiversidade" no Auditório da Sede da Reserva Natural do Estuário do Tejo, Alcochete.
Recursos didáticos | Material educativo sobre Biodiversidade
Tudo o que precisa para comemorar este Dia. Aceda aqui.







The United Nations has proclaimed May 22 The International Day for Biological Diversity (IDB) to increase understanding and awareness of biodiversity issues. 

When first created by the Second Committee of the UN General Assembly in late 1993, 29 December (the date of entry into force of the Convention of Biological Diversity), was designated The International Day for Biological Diversity

In December 2000, the UN General Assembly adopted 22 May as International Day for Biological Diversity, to commemorate the adoption of the text of the Convention on 22 May 1992 by the Nairobi Final Act of the Conference for the Adoption of the Agreed Text of the Convention on Biological Diversity. 

This was partly done because it was difficult for many countries to plan and carry out suitable celebrations for the date of 29 December, given the number of holidays that coincide around that time of year.





credits: infographics UN

This year’s theme: "Mainstreaming Biodiversity; Sustaining People and their Livelihoods."

It reflects the importance of efforts made at all levels to establish a set of Sustainable Development Goals (SDGs) as part of the United Nations Post-2015 Development Agenda for the period of 2015-2030 and the relevance of biodiversity for the achievement of sustainable development.








Here a fantastic short film "The Forest". The Forest motion graphic is an effort to improve environmental awareness about deforestation in Indonesia caused by paper industry. 

Deforestation is a global issue affecting all of us. It is important to inform people about this issue so that people can understand seriousness of the problem.

"The Forest" is a MA student project directed and animated by Sasha Milic made for MA Degree in Design 2013 at Bergen Academy of Art and Design (KHiB) Norway





Livestock biodiversity must be preserved as tool against climate change

Biodiversity is the foundation for life and for the essential services provided by ecosystems. It therefore underpins peoples’ livelihoods and sustainable development in all areas of activity, including economic sectors such as agriculture, forestry, fisheries and tourism, among others. By halting biodiversity loss, we are investing in people, their lives and their well-being.

Livestock biodiversity must be preserved as tool against climate change.

UN invite Parties and organizations that have already initiated national plans for activities to celebrate the International Day for Biological Diversity to keep the Secretariat informed of such plans and other noteworthy activities organized by NGOs or other organizations so that they may be included in UN pages.


"Biodiversity is an important cross-cutting issue in the 2030 Agenda for Sustainable Development."
UN Secretary-General Ban Ki-moon

Gerção 'green'
23.05.2016


Creative Commons License

Referências/ References

ICNF ; UN ; Quercus

credits videos: 

Convention on Biological Diversity

Video The Forest : Design, Animation, Editing - Sasha Milic
Sound design - JHåland
Voice - Christian Rosnes 
Background music - audionetwork.com

Friday, May 13, 2016

Lince Ibérico em Portugal : Crias nascidas em liberdade





Lagunilla com uma das crias
créditos: ICNF

Os linces ibéricos libertados em Portugal em 2014, e depois em 2015, já começam a reproduzir-se.

Nasceram pelo menos mais duas crias de lince ibérico no Parque Natural do Vale do Guadiana. Admite-se até a existência de uma terceira. 
É a segunda ninhada confirmada no espaço de uma semana, depois de os técnicos do Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (ICNF) terem informado no dia 5 Maio 2016 do nascimento da primeira cria desta espécie desde que começou o processo de reintrodução em 2014.



Primeiras crias nascidas em liberdade
créditos: ICNF
A primeira cria deveria ter nessa altura cerca de 45 dias, conforme previram os técnicos, e foi vista na companhia da progenitora, Jacarandá, a primeira fêmea a ser solta em Portugal no dia 16 de Dezembro de 2014.



Cria de Lagunilla 
créditos: ICNF
A cria agora nascida, é filha de Lagunilla, uma fêmea de lince ibérico libertada com dois anos a 11 Maio 2015, na zona entre Castro Verde e Mértola há precisamente um ano, depois de ter nascido em cativeiro, no Centro de Reprodução de Zarza da Granadilla, em Espanha. As crias terão nascido entre 2 e 8 de Março 2016.
Os técnicos do ICNF conseguiram observar, pela primeira vez, e fotografar no dia 12 Maio 2016, duas crias de Lagunilla, admitindo-se que exista ainda uma terceira cria.
"O território de Lagunilla possui uma densidade de coelho bravo muito alta, condição importante para a estabilização das fêmeas de lince", esclarece o ICNF, referindo que na na zona existem também "inúmeras oliveiras centenárias que podem ser usadas como tocas e onde as crias permanecem durante o período de amamentação".



Lince Ibérico em Portugal
créditos: Luis Forra/ Lusa

Na semana passada confirmou-se que Jacarandá, a primeira fêmea a ser libertada em Portugal, tinha tido uma cria, agora com cerca de 45 dias de vida. Foi a primeira boa notícia para a espécie este ano. 
“Estas duas ocorrências constituem um dos mais relevantes marcos na já longa história da conservação do lince ibérico em Portugal”, 
ICNF, comunicado
Na semana passada o ICNF anunciou que a fêmea Jacarandá, nascida em 2012 no Centro Nacional de Reprodução de Lince Ibérico em Silves, e libertada, em Fevereiro de 2015, na natureza, no Parque Natural do Vale do Guadiana, juntamente com o macho Katmandú, tinha tido uma ninhada, já este ano.




Lince Ibérico em Portugal
fêmea Kayakweru
Em Março, e apenas dois meses depois de ter sido colocada em liberdade, a fêmea Myrtilis foi encontrada morta. O mesmo já tinha acontecido com Kayakweru, que morreu envenenada em março de 2015.
O lince-ibérico registou uma assinalável recuperação na última década, depois de Portugal e Espanha terem concertado esforços para a sua conservação, com o programa de reprodução em cativeiro nos dois países, recuperação dos habitats e das populações de coelho, a base da dieta do felino ibérico, e a reintrodução de indivíduos na natureza nos dois países, Portugal e Espanha.
Entre 2001 e 2015, a população de lince ibérico na Andaluzia - onde se concentra a grande maioria dos indivíduos a viver em liberdade - passou de menos de 100 exemplares para 361. 
Em toda a Península Ibérica há agora 403 exemplares na natureza.
A organização ecologista WWF ficou impressionada com o resultado do censo do lince ibérico, divulgado na segunda-feira pelo Governo da Andaluzia, com um resultado de 403 linces, o maior número dos últimos 15 anos.



Lagunilla's cub 
credits: ICNF

Two Iberian-lynx (Lynx pardinus) cubs two months old were discovered yesterday living in nature, in Guadiana Valley Natural Park, in the South of Portugal. 

1st cubs born wildwire in Portugal 
credits: ICNF
http://www.icnf.pt/
This comes a week after the announcement of the first cub of this endangered species in the wild in this country for almost 40 years.
“The cubs were born between 2 and 8 March 2016”, says the Portuguese nature authority, Instituto de Conservação da Natureza e das Florestas (Nature and Forest’s Conservation Institute). On 12 May, the ICNF’s team spotted and photographed two cubs two months old”, next to the lynx female Lagunilla.
The conservationists admit a third cub but it has yet to be confirmed.
The team in the field was already suspicious about Lagunilla’s pregnancy, after seeing the images of the constant monitoring of the lynx by photo tramping. That female was also spotted several times next to the male Luso.  Read more here
We are happy to know the Iberian lynx lives wildwire in Portugal.
Geração 'green'
13.05.2016
Creative Commons License