Friday, March 28, 2014

Hora do Paneta 2014 : nós participamos !




Earth Hour

Tal como acontece desde 2007, no último sábado de Março todos nós, habitantes do planeta Terra temos sido convidados a apagar a luz às 20:30 (hora local), numa acção simbólica em defesa do ambiente.

Portugal não aderiu à Hora Planeta até 2008. Só a partir de Hora Planeta 2009.

A Hora do Planeta começou em 2007 na Austrália, no ano seguinte transformou-se num movimento global com mais de 65 milhões de pessoas em 35 países a aderirem.

A Hora do Planeta 2013 celebrou-se em 154 países e territórios em todos os continentes. Alguns dos monumentos mais reconhecidos a nível mundial, na Cidade Proibida, a Torre Eiffel (Paris), o Palácio de Buckingham, a Golden Gate Bridge, o Cristo Redentor (Brasil), a Opera House em Sydney, o Cristo-Rei (Portugal), o Mosteiro dos Jerónimos, a Torre de Belém, a Torre dos Clerígos nos Porto, são alguns dos exemplos.





No ano 2013, participaram dois mil milhões de pessoas, em 159 países e sete mil cidades na Hora do Planeta.

Em Portugal, já 91 cidades e localidades aderiram à Hora do Planeta que se celebra já amanhã, dia 29 Março 2014 e que va deixar às escuras entre as 20:30-21:30 (hora local) vários monumentos emblemáticos nacionais em defesa do nosso planeta.

Pelo oitavo ano consecutivo, o mundo fica às escuras por uma causa que a todos nós diz respeito, independentemente da raça, religião, cultura e geografia numa acção simbólica em defesa do ambiente, um momento único de contemplação do planeta e celebração do compromisso de protegê-lo durante todo o ano.







Tomorrow, Saturday 29 March, at 8:30PM (local time), lights will switch off around the globe for Earth Hour and people will commit to actions that go beyond the hour.

The simple idea of switching off lights for an hour to drive action on climate change began in Australia in 2007 and now all seven continents are celebrating Earth Hour.

Don't forget ! Earth Hour for a save planet !


Visit our polar blog. We celebrate Earth Hour as well.

Geração 'green' 

28.03.2014

Creative Commons License

Friday, March 21, 2014

Dia Internacinal das Florestas


Hoje é Dia Internacional das Florestas, uma efeméride instituída pela Assembleia-Geral das Nações Unidas em 2012 e que pretende consciencializar sobre a extrema importância das florestas, razão pela qual é imprescindível geri-las de forma sustentável.
30% da superfície terrestre está coberta por florestas, sendo nestas que se realiza a fotossíntese - produção de oxigénio a partir de dióxido de carbono. 
As florestas são apelidadas dos pulmões do mundo, não apenas pela sua função de manutenção e renovação dos ecossistemas, como pela sua importância em áreas estratégicas como economia e produção de bens e alimentos.
Google doodle Primavera
Esta data, que coincide, regra geral com o início da Primavera no hemisfério norte, já era de resto assinalada como Dia Mundial da Floresta, desde 1972, por iniciativa da FAO – Organização da ONU para a Alimentação e Agricultura), e também como Dia da Árvore.

Esta última celebração surgiu nos EUA em 1872 pela mão de um habitante do Nebrasca,
jornalista e político Julius Sterling Morton, decidiu organizar uma acção comunitária de plantação de árvores. 
Desde então é tradicional, neste dia, 21 Março, a realização de acções de plantação de árvores, simbolizando o reconhecimento da sua importância e da importância das florestas.
Há vários tipos de florestas, desde as tropicais às de montanha, que cobrem cerca de 31% da superfície continental a nível global, assegurando diferentes funções vitais que vão desde a protecção das bacias hidrográficas que disponibilizam a água doce de que dependemos, à captura e armazenamento de carbono, ajudando a combater as alterações climáticas para além de diminuir os seus efeitos.

Em Portugal, são muitos os municípios que se uniram este ano numa campanha a nível nacional para reflorestação dos vários esçpaços florestais.
É pois urgente inverter a tendência de desflorestação a que se assiste na actualidade, que envolve a destruição de 13 milhões de hectares de florestas todos os anos. É este o apelo que Ban Ki-moon, secretário-geral da ONU, faz neste Dia Internacional das Florestas:

“Numa altura em que deliberamos sobre a agenda de desenvolvimento pós-2015, reconheçamos o papel vital das florestas e comprometamo-nos a trabalhar juntos para proteger e gerir sustentavelmente estes ecossistemas vitais”.

On March, 21st, we celebrate International Day of Forests as well Arbor Day and World Poetry Day

Arbor Day has been celebrated for the first time in the United States, Nebraska, in 1872 by the journalist and politician Julius Sterling Morton who incentived the tree plantation.


The first "Arbor Day" was held on April 10, 1872 and an estimated one million trees were planted that day. 
Many countries for all over the world now observe a similar holiday. In Portugal we celebrated it for the first time on March 9, 1913.

We cannot sustain life without healthy, thriving forests. That is why Greenpeace campaigns for their protection and on this International Day of Forests, we want to share with you a few reasons why you should help. Read more here

"Forests are the lungs of our planet.  They cover one third of all land area and are home to 80 per cent of terrestrial biodiversity.  They are crucial for addressing a multitude of sustainable development imperatives, from poverty eradication to food security, from mitigating and adapting to climate change to reducing disaster risk."

UN Secretary-General Ban Ki-moon’s message for the International Day of Forests

Geração Verde

21.03.2014

Creative Commons License

Sunday, March 09, 2014

Ano Internacional Agricultura Familiar 2014




AIAF 2014 



O Ano Internacional da Agricultura Familiar (AIAF) 2014 foi lançado pelas Nações Unidas, através da FAO no dia 22 Novembro 2014.

O AIAF 2014 visa aumentar a visibilidade da agricultura familiar e dos pequenos agricultores, focalizando a atenção mundial em seu importante papel na erradicação da fome e pobreza.

A provisão de segurança alimentar e nutricional, melhoria dos meios de subsistência, gestão dos recursos naturais, protecção do meio ambiente e o desenvolvimento sustentável, particularmente nas áreas rurais são outros dos objectivos.



O AIAF 2014 pretende promover uma ampla discussão e cooperação no âmbito nacional, regional e global para aumentar a consciencialização e entendimento dos desafios que os pequenos agricultores enfrentam e ajudar a identificar métidos eficientes de apoiar os agricultores familiares.  

Quer nos países desenvolvidos quer nos países em desenvolvimento, a agricultura familiar é a forma predominante de agricultura no sector de produção de alimentos.

A agricultura familiar tem um importante papel socioeconómico, ambiental e cultural. Leia mais aqui



São muitos os jovens licenciados em Engenharia Agrícola e Engenharia Agrónoma 
que estão desenvolver novos projectos de agricultura biológica em Portugal.

É o caso da quinta de agricultura biológica Sabores aos Molhoslocalizada em Oliveira de Azeméis. 

O projecto nasceu das mãos de Isabel Malheiro Araújo, uma engenheira agrónoma que em 2010 decidiu cumprir o sonho de tornar real um projecto de agricultura biológica que não só produzisse e comercializasse produtos hortícolas e frutícolas, mas fosse um motor de educação ambiental e de sustentabilidade. A ler aqui



The United Nations launched on 22 November 2013, the International Year of Family Farming (2014) in an effort to highlight the potential family farmers have to eradicate hunger, preserve natural resources and promote sustainable development.

The 2014 International Year of Family Farming (IYFF) aims to raise the profile of family farming and smallholder farming by focusing world attention on its significant role in eradicating hunger and poverty, providing food security and nutrition, improving livelihoods, managing natural resources, protecting the environment, and achieving sustainable development, in particular in rural areas.



The goal of the 2014 IYFF is to reposition family farming at the centre of agricultural, environmental and social policies in the national agendas by identifying gaps and opportunities to promote a shift towards a more equal and balanced development.  

The 2014 IYFF will promote broad discussion and cooperation at the national, regional and global levels to increase awareness and understanding of the challenges faced by smallholders and help identify efficient ways to support family farmers. Read more here


Jamie and Kenny Mauthe family | Lousianna (USA)
Credit Guy Mouledoux

Family farmers are more than food producers. They are stewards of biodiversity, climate change fighters, and entrepreneurs, boosting local economies. To help them do their multiple jobs better, we need to invest more in family farmers, small and large, in the United States. An interesting article Familiar Farmer + You




Para um pais como o nosso que foi fundamentalmente agricola e que viu as suas terras abandonadas ao longo dos últimos anos, o AIAF 2014 pode ser uma exclente valia para os jovens agricultores que começam a pegar nesta mais valia tradicional portuguesa.

São muitos os jovens licenciados em Engenharia Agrícola que estão desenvolver novos projectos de agricultura biológica em Portugal.

Geração 'green' 

09.03.2014

Creative Commons License