Saturday, January 31, 2009

Educação Ambiental: Actividades ao ar livre




A educação ambiental e as distracções ao ar livre são muito importantes para o desenvolvimento saudável dos jovens.

Agora que os alunos passam 90% do seu tempo no interior (casa ou escola) o déficit da desordem ambiental está a aumentar.

Um estudo recente demonstrou que os jovens passam pouco mais de alguns minutos por dia em brincadeiras ao ar livre. O estudo concluiu que este estilo de vida está a causar consequências consequências emocionais, educativas e físicas incluindo a obesidade.




Trazer os jovens para o ar livre, mostrar-lhes o mundo que os rodeia, incentivá-los a apreciar a natureza, aproveitando para fazer exercício físico é essencial para o seu equilíbrio.


(tradução livre)


Schoolar (Portugal)

www.clubearlivre.org

Environmental education and outdoor play is important for our children’s personal and academic growth. With students now spending 90% of their time indoors, “nature deficit disorder” is on the rise. A recent study found that children spend less than four minutes a day in “unstructured outdoor play.” This secluded lifestyle is causing emotional, educational, and physical consequences, including obesity. Getting kids outside teaches them about the world around them and gives them an appreciation for nature while providing an opportunity for sunshine and exercise.

Leave No Child Inside


Earth Day Network has been working with more than 600 groups, representing 42 million Americans, to pass the No Child Left Inside Act. This piece of legislation would get kids outside during the school day by providing new funding for environmental education. The funds would ensure that teachers are trained to provide high-quality, engaging lessons and would expand environmental learning opportunities across the country.
earthday.net


O sistema educativo português devia rever os seus métodos e permitir mais aulas ao ar livre, em lugar de nos ter aprisionados, horas seguidas, em períodos tão longos do dia, fechados entre quatro paredes!

Poderíamos aproveitar a excelente situação geográfica da nossa cidade e da nossa escola. Passear a pé ou de bicicleta junto à margem do Douro, fazer desporto nas praias da Foz e Matosinhos, correr ou passear no Parque na Cidade. Estaudando assim, em tempos mais práticos, os conteúdos programáticos de diferentes áreas curriculares.

Ah! Um conselho! Frequentem menos os centros comerciais e os lugares de fast-food. Divritam-se ao ar livre.

Boa e saudável vida!

Be free outside, at the parc of your city.

Geração 'green'

31.01.2009

Creative Commons License

8 comments:

Leonor C. said...

Olá professora!
É verdade que as pessoas agora passam muito mais tempo em locais fechados, seja na escola, em casa.
Isto contribui, como é´óbvio, para o aumento da obesidade nas crianças e até mesmo nos adultos!

É uma situação preocupante...

Beijinhos

Green Torrinhas said...

Olá Leonor,

Sem dúvida! Tu vês tantas vezes, em dias lindos, a marginal do rio ou junto à Foz com meia dúzia de pessoas :(

Mas se entrares numa pastelaria bem perto, está cheia de gente a conversar, vais a um centro comercial, a mesma coisa!

Não há a preocupação de fruir dos espaços ao ar livre, algumas pessoas começam a fazer desporto, mas sempre em ambientes fechados.

Mesmo nas escolas, devíamos poder ou ter condições para dar algumas aulas ao ar livre, se houvesse espaços relvados, por exemplo!
Olha a nossa escola!! É só cimento e pó :(
Tão poucos espaços verdes, numa área que bem poderia tê-los...

Beijinhos,

eliane 6º F said...

Olá profesora,

Hoje em dia, as pessoas preferem ir aos centros comerciais e locais desse género, do que fazer um passeio a pé ou de bicicleta... E algumas pessoas mesmo que vivam perto dos locais onde querem ir, em vez de ir a pé ou até mesmo de bicicleta, não, preferem ir de carro (o que também contribuí para a poluição)... Bem, estes problemas estão todos ligados!

Muitos Beijinhos !

Tomás nº 26 6ºF said...

Olá professora!

Há muitas pessoas que estam a perder hábito de fazer desportos que estão a substituir pelas playstation's...
Eu gosto muito de fazer exercício físico todos os intervalos jogo futebol, tenho três treinos de futebol por semana e jogo oficial ao sábado. Também gosto de andar de bicicleta e de patins.
É claro que também que gosto de jogar computador.
O despoto é muito importante para nós!

Um beijo

Tomás

Green Torrinhas said...

É isso mesmo, Eliane :(

E, no entanto, temos uma marginal tão bela, na nossa cidade!!

Faz inveja a muitos dos estrangeiros que nos visitam...

Beijinhos

... desculpa só hoje responder!

Green Torrinhas said...

Lamentavelmente, isso é verdade Tomás!

As pessoas 'estão' a perder o hábito de fazer desporto, de caminhar...
Ou alguns começam, mas depois desistem logo :(

Ora ainda bem que adoras fazer exercício físico e que praticas futebol com frequência :)
Agora, percebo melhor a tua maneira de andar ;)

Claro que podes gostar de jogar no computador, mas há tempo para tudo, não é mesmo?!

Enfim... o tempo é que não está a ajudar muito :(
Não podemos fruir de boas caminhadas! Impossível!!

Beijinhos,

... desculpa só hoje responder!

zediogoalves nº14 6ºH said...

Também acho que devíamos aproveitar a cidade que temos. Gostava muito de ter uma aula à beira-mar ou no parque da cidade. Até se podia aproveitar e ir a um museu relacionado com a disciplina... Antigamente (contaram-me), havia várias escolas em que haviamb aulas ao ar livre...

Green Torrinhas said...

Olá Zé Diogo,

É verdade! Não imaginas como os turistas nos invejam, quando chegam à Foz ou à marginal do Douro!

Nos primeiros anos, quando cheguei à Francisco Torrinha, dei muitas aulas ao ar livre... mal chegava a Primavera! Fazíamos sessões de leitura, na escada exterior da Biblioteca ou junto ao relvado, na rampa de acesso, ao lado do portão.

Também, fizemos leituras no Parque de Serralves!

Sabes como adoro ar livre!!

Bom, de há uns anos a esta parte, a escola mudou muito...

E quanto a visitas de estudo, lembras-te do que se passou no ano lectivo anterior!?

Beijo,