Saturday, August 30, 2008

Wall-E... green!






WALL-E (filme)
www.disney.pt/Filmes

Suponho que quase todos foram ver Wall-E sem distinção de idade! É que Wall-E a todos deixa encantados!

Este delicioso robô limpa arduamente, todos os dias, o planeta Terra! Mas, apesar de curioso, ele sente-se só... até ao dia em que Eve, uma sofisticada robô...

Eis o seu criador e realizador: Andrew Stanton:





Andrew Stanton/Realizador

"The second animator and ninth employee to join Pixar Aniamtion Studios, Stanton is credited as a writer on Toy Story, A Bug’s Life, Toy Story 2, and Monsters, Inc., Stanton also served as co-director on A Bug’s Life."
Awards: Won Oscar. Another 9 wins & 16 nominations


Ecological Wall-E (filme)
www.disney.pt/Filmes

Stanton talks about how the classics of Charlie Chaplin and Buster Keaton becacame the influence for WALL-E, how the film's initial ideas developed after Toy Story in 1994, and cinematographer Roger Deakins' influence on the film's visual style. Stanton also reflects on working with legendary sound designer and voice of R2D2, Ben Burtt, collaborating with composer Thomas Newman, and Pixar's "safe environment" for filmmaking.
(...)"sobretudo pela sua procura de uma espécie de lirismo para a idade digital: fruição da tecnologia contemporânea e ao mesmo tempo sua crítica (um mundo novo, sim, onde o admirável e o abominável são duas faces da mesma moeda), e uma melancólica nostalgia "analógica" (Wall E é um robot do futuro fascinado por musicais do passado, e o genérico final insere a personagem na história da pintura, dos egípcios a Van Gogh)."

Luís Miguel Oliveira, Público
14.08.2008






"E porque, apesar de ter robôs como estrelas e de ser uma aventura futurista, o que nele se conta é a história de um solitário que descobre o amor e de como isso muda, literalmente, o seu mundo. Está tudo nas lentes que servem de olhos a Wall-E - e na magia indecifrável com que Andrew Stanton e a sua equipa transformam essas lentes numa janela para a alma de um robô solitário num mundo vazio, e, por extensão, para a lição de humanidade que Wall-E e os seus confrades metálicos dão a uma sociedade que esqueceu o que é o toque humano (magistralmente reflectido nas "mãos" dadas, primeiro, de Wall-E e EVA."(...)

Jorge Mourinho, Público
14.08.2008





Wall-E & Eve
Wall-E (filme)


Acho que ninguém perdeu esta encantadora história animada! E esta cena tão ternurenta num drive-in, olhando um musical clássico!

Um filme que encerra uma parábola ecológica! Mesmo a propósito... por isso, o incluímos no nosso blogue verde!



Geração 'green'

30.08.2008
Creative Commons License


No comments: